(-81)
Você está em:
  • Home
    • » Redação Portal

Home

Artigo: Supermercadista, por que a integração vai garantir os seus negócios? 28/06/2017 16:08:12

*André Veiga



  

André Veiga, diretor da TOTVS

 

O ano de 2017 trouxe novos desafios aos supermercadistas. A recuperação da economia, lenta e gradual, aponta para uma expectativa de crescimento nas vendas de 1,5% a 2,5%, segundo estudo apresentado pela Associação Paulista de Supermercados (APAS). E hoje, além de driblar questões financeiras, as empresas do setor precisam se adaptar a um novo consumidor, com características de comportamento diferentes, que impactam diretamente nos seus negócios. Em 2016, 42% dos entrevistados migraram para marcas mais baratas; 22% reduziram os gastos nos supermercados e consumiram menos, mas sem trocar marcas; 7% retraíram a alimentação fora do lar ou lazer; e 5% diminuíram gastos com vestuário e bens duráveis.


Neste mesmo contexto, em pesquisas, a Kantar Worldpanel, especialista global em comportamento de consumo, mostra que as ofertas e promoções, eleitas por 55% dos entrevistados, estão na liderança sobre os motivos de decisão para o consumidor escolher qual loja comprar. A instituição também constatou que, após a sua primeira experiência, o que faz o cliente voltar está relacionado, principalmente, a três fatores: sinalização de preços adequada, limpeza do local e rapidez no caixa.


Esses três pontos, em conjunto com as ofertas sazonais, são sinônimo de nada mais do que eficiência na gestão. É aqui que a especialização fala mais alto às empresas e se coloca imperativa para a organização, a saúde financeira e a capacidade de atrair o consumidor. Para começar, contar com um sistema vocacionado é essencial, que atenda às particularidades do negócio do varejo alimentar sem gerar gastos com customizações, nem ocupar o time interno para criar rotinas específicas. Somente um ERP especialista reunirá recursos nativos para o gerenciamento das atividades supermercadistas, como açougue, padaria, tabloides de promoções e negociação de verba de propaganda cooperada, por exemplo. O primeiro passo para se adequar a uma realidade e consumidores mais exigentes é ter, de fato, o controle da empresa, conhecer os seus números e evitar erros que podem significar prejuízos financeiros.

Agora, viabilizar a unificação dos dados, para que todas as áreas trabalhem com uma informação única e consistente, é tão importante, que é uma peça-chave para garantir a manutenção dos negócios. A empresa precisa funcionar em um ciclo perfeito, pois, mesmo que você tenha um ótimo software de gestão, se a informação vier errada do PDV (do caixa), certamente haverá problemas no fechamento contábil e nas obrigações fiscais. É preciso certificar, por exemplo, que se houver cancelamento de cupom na impressora fiscal, ele também seja cancelado na retaguarda, pois só assim não haverá divergências. E isso só funciona de forma precisa se houver comunicação fluida entre o PDV e o ERP. Quer garantir compliance? Integração é a resposta.

Outro benefício direto é que a informação sobre os produtos que deram baixa no caixa será automaticamente enviada ao ERP, garantindo uma reposição muito mais rápida e evitando as temidas rupturas de estoque. Falando especificamente sobre promoções, se a loja quiser fazer uma parceria com alguma bandeira de cartão de crédito, para condições especiais aos clientes que comprarem por este meio, será muito difícil se organizar sem uma integração entre PDV (que é onde entra a receita) e o sistema. Garantir uma gestão competente, com menos atritos possíveis na troca de informações, inclusive entre as lojas e a matriz, é fundamental para a sobrevivência das empresas do setor.

Na ponta do atendimento ao cliente, a eficiência de caixa é um dos itens de destaque entre os motivos que fazem as pessoas voltarem às lojas. Com o mínimo de cliques, o operador precisa realizar uma venda, de maneira rápida e por leitura de código de barras. Além disso, é imprescindível contar com funções específicas, como o controle de vasilhame de bebidas (quando o consumidor deixa uma embalagem vazia e tem desconto na compra de outra nova); pesagem de frutas, legumes e verduras; recarga de celular; convênio de sócio torcedor de clubes e times e registro individual do produto, mesmo quando em caixa/engradado, para que o cliente não precise retirá-la do carrinho. Por isso, contar com um PDV especialista é outro importante diferencial para o negócio supermercadista.

Se você tem alguma dificuldade em relação às validações das informações que vão do PDV para o ERP, é preciso olhar com mais cuidado para a sua operação. Atrair o consumidor para a sua loja e fazer com que ele volte é um dos principais desafios para 2017. E não só isso, é necessário ainda lidar com as mudanças no perfil de compra dos clientes, os impactos disso nos negócios e uma gestão mais econômica e eficiente. Somente uma base forte, que suporte a operação com especialização e integração, será capaz de driblar as dificuldades e promover as experiências esperadas pelos clientes.

 


*André Veiga é diretor do Segmento de Varejo da TOTVS, provedora de soluções de negócios para empresas de todos os portes, atua com softwares de gestão, plataformas de produtividade e colaboração, hardware e consultoria. Com mais de 50% de marketshare no Brasil, ocupa a 20ª posição de marca mais valiosa do país no ranking da Interbrand. A TOTVS está presente em 41 países com uma receita líquida de mais de R$ 2 bilhões. No Brasil, conta com 15 filiais, 52 franquias, 5 mil canais de distribuição e 10 centros de desenvolvimento. No exterior, conta com mais 7 filiais e 5 centros de desenvolvimento (Estados Unidos, México, China e Taiwan). Mais informações: www.totvs.com

 

 



 

Últimas

» Artigo: Supermercadista, por que a integração vai garantir os seus negócios? 28 de Junho 2017, 16h08
» Artigo: Por que o atacarejo deu certo no Brasil? 04 de Maio 2017, 10h37
» Artigo: Terceirização – um passo rumo a modernização das relações de trabalho 12 de Abril 2017, 18h37
» Artigo: Código de Defesa do Consumidor - 26 anos de conquistas 14 de Março 2017, 15h34
» Artigo: Rastreabilidade – o futuro do agronegócio 26 de Dezembro 2016, 13h04
» Artigo: Economia circular, o passo necessário para negócios sustentáveis 04 de Outubro 2016, 12h00
» Artigo: E se o seu vendedor faltar hoje, quem o substituiria na agenda de relacionamento? 02 de Setembro 2016, 11h38
» Artigo: Promoção para que(m)? 28 de Junho 2016, 10h08
» Artigo: inovar em tempos de crise, risco ou oportunidade? 20 de Maio 2016, 16h49
» Artigo: Um raio-x dos profissionais de vendas 24 de Março 2016, 17h18

Ver mais »