Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Tecnologia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Tecnologia

13/09/2019 11:13 - 76% dos internautas compram produtos recomendados por influenciadores

Um estudo realizado pelo Instituto Qualibest, em parceria com a empresa de marketing de influência Spark, apontou que ao menos 76% dos internautas brasileiros já consumiram produtos ou serviços após a indicação de influenciadores digitais. Esse número aumenta para 82% entre as pessoas que prestam atenção nas publicações pagas.

 

Os números também desmistificam o sentimento de desconfiança dos internautas em relação ao trabalho dos influenciadores digitais: os seguidores, de fato, os enxergam como disseminadores de conteúdo relevante. “Era comum um creator fazer um post patrocinado e não divulgar que foi pago para promover determinado produto por receio de o post não ter engajamento. Hoje, a sinalização de que a postagem é um publi reforça a transparência do conteúdo”, explicou Rafael Coca, sócio-fundador da Spark.

 

O estudo mostrou, ainda, que a maior parte dos internautas sabe como identificar os posts patrocinados e considera importante essa identificação. O reconhecimento de que o conteúdo é publicidade paga praticamente não diminui a interação ou o engajamento. “Os posts patrocinados não prejudicam a confiança no influenciador ou na marca, desde que a comunicação preserve o sentimento de autenticidade e liberdade do Influenciador, ele tem que ser autêntico”, completou Daniela Malouf, do Instituto QualiBest.

 

O levantamento apontou, ainda, que as redes mais usadas para seguir influenciadores são: Instagram (81%), Youtube (81%) e, em um segundo patamar, Facebook (49%). No que diz respeito ao Instagram, o estudo revela também que 41% dos internautas assistem os stories com o áudio desligado e admitem que só ativam o volume se o conteúdo for relevante. Além disso, apesar das mudanças realizadas recentemente pela rede social em relação à ocultação do número de likes, 42% deles não alterou a forma como interagem no aplicativo.

 

Por fim, o levantamento mostra quais são os itens mais comprados a partir da indicação de um influenciador digital. Em primeiro lugar estão os produtos de beleza (52%), seguido por livros (42%), que empatam com moda e acessórios. Na sequência, alimentos e bebidas – alcoólicas ou não – (30%), celulares e smartphone (29%) e produtos de cuidado com a casa (23%).

 

A pesquisa foi realizada entre os dias 6 e 9 de agosto de 2019 com 1.100 pessoas de todos os gêneros e classes sociais, e com abrangência nacional. O perfil dos entrevistados incluía o acesso ao mínimo duas redes sociais, e seguidores de influenciadores digitais.

 

Fonte: Mercado e Consumo

 

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

13/11/2019 16:37 - Intenção de compra na Black Friday sobe e varejistas se preparam para as vendas
13/11/2019 13:14 - Pesquisa: acessibilidade é fator decisivo para 89% dos consumidores com deficiência
13/11/2019 13:11 - Varejo e indústria se unem para atrair consumidores na Black Friday
13/11/2019 13:10 - Brasileiro pesquisa e fica atento às promoções da Black Friday
07/11/2019 13:04 - Black Friday: 42% dos consumidores buscam opções multicanais
07/11/2019 13:02 - E-commerce acelera e anima o varejo
07/11/2019 13:01 - Black Friday cresce nas lojas físicas
07/11/2019 12:57 - Consumidores devem gastar até R$1.000 na Black Friday
05/11/2019 12:53 - O amadurecimento do varejo e uma Black Friday como nunca se viu
04/11/2019 13:11 - Black Friday: Por que o e-commerce deveria automatizar a gestão fiscal?

Veja mais >>>