Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Tecnologia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Tecnologia

28/11/2017 11:38 - Venda via celular dispara e loja física sente menor impacto da Black Friday

São Paulo - A edição deste ano da Black Friday serviu para consolidar a venda virtual como protagonista para negócios. Na última sexta-feira, o avanço no ambiente digital foi de 10,3% - com destaque para o comércio via smartphone, que saltou 41% ante edição de 2016. Na outra ponta, as lojas físicas sentiram menos o impacto da data, com avanço de 4,9%.

 

"O Brasil caminha para consolidar as principais características do evento em solo nacional, que ainda é recente no calendário do varejo. Acredito que esse movimento de comparador de preços virtuais deu ao consumidor mais segurança para tomar a decisão de compra, e esse movimento deve continuar nos próximos anos", afirmou a professora de macro economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Carolina Ambrósio.

 

De acordo com dados da Ebit, que mensura o varejo virtual, a Black Friday deste ano movimentou R$ 2,1 bilhões, alta de 10,3% na comparação com a edição de 2016, quando foram transacionados R$ 1,9 bilhão. "O número de pedidos cresceu 14%, de 3,30 milhões para 3,76 milhões, enquanto o tíquete médio caiu 3,1%, de R$ 580 para R$ 562, na comparação entre os períodos", diz o CEO da Ebit, Pedro Guasti.

 

Segundo o executivo, a consultoria já esperava queda do tíquete médio da edição deste ano. "Para atrair o consumidor, os varejistas fizeram ações promocionais mais agressivas nas categorias de maior valor agregado, que são as mais consumidas no e-commerce", afirmou.

 

Para Guasti, o grande destaque foi o expressivo crescimento no volume de pedidos, que foi quase o dobro do estimado pela Ebit. "Ao contrário das duas últimas edições, que foram pautadas pelo crescimento no tíquete médio, neste ano o grande vetor da expansão foi no número de pedidos. Lojistas de todos os segmentos ofereceram produtos com descontos reais e isso atraiu o consumidor", afirmou.

 

A força do celular

 

Dentro da operação on-line, o maior avanço em vendas, pedidos e marketshare se deu entre as compras realizadas pelo smartphone. "O share de pedidos feitos via celular aumentou 81,8% na comparação com o ano passado. Quase 30% dos pedidos já são realizados por meio de dispositivos móveis", afirmou Guasti, lembrando que, em quatro anos, o m-commerce sextuplicou. "Em 2013, as compras por celular representavam apenas 4,4% do total. Com a expansão do mercado de smartphones e do acesso via 3G e 4G no Brasil, esse é um mercado em franca ascensão, com potencial de crescimento bem acima da média do mercado", afirmou.

 

De acordo com ele, o m-commerce somou 26,5% em volume financeiro das compras on-line, alta de 41,5% ante 2016. "O valor médio das compras através de dispositivos móveis foi de R$ 515, reflexo da maior participação de categorias de menor tíquete."

 

Os dados apresentados pela Ebit referem-se ao faturamento dos dias 23 e 24 de novembro mas, a partir do próximo ano, irá contar também com as vendas na véspera da Black Friday dia 23 de novembro. "A quinta-feira já é parte da Black Friday e deve ser somada ao resultado do evento", comenta André Dias, COO da Ebit.

 

Lojas físicas

 

Enquanto o varejo virtual reportou um aumento de dois dígitos nas vendas deste ano, entre as lojas de rua e de shoppings o impacto foi um pouco menor. Entre os dias 24 e 26 de novembro esses lojistas sentiram alta de 4,9% nos negócios firmados, ante ao crescimento de 11% verificado no mesmo período de 2016, segundo o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio - Black Friday 2017. Durante a semana da data, de 20 a 26 de novembro (Black Week), as vendas caíram 0,8% sobre um ano antes. "Os dados revelaram que a Black Friday é um fenômeno de curtíssimo prazo pois, apesar de várias lojas terem anunciado ofertas desde o início da semana, as vendas somente cresceram na sexta-feira", disseram os economistas da Serasa, por meio de comunicado.

 

 

Fonte: DCI São Paulo

 

 

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

16/05/2018 10:56 - Amazon abrirá lojas sem caixas em Chicago e São Francisco
14/05/2018 12:49 - Consinco entra na disputa do varejo de vizinhança
09/05/2018 10:04 - Apenas 2% dos brasileiros fazem compra online de itens de supermercado
04/05/2018 15:52 - Via Varejo expande parceria com Correios e avalia uso de Uber
04/05/2018 15:50 - Vendas pela internet devem crescer 17% no Dia das Mães, diz ABComm
25/04/2018 15:22 - Grupo ABC faz mais um investimento para maior comodidade e agilidade nas suas compras
23/04/2018 17:30 - Carrefour lança serviço inédito de e-commerce alimentar e não alimentar
19/04/2018 10:51 - Via Varejo Ads pretende elevar em 10 vezes sua base de clientes até 2020
06/04/2018 11:23 - E-commerce deve faturar R$ 77,5 bi ao longo do ano
04/04/2018 11:46 - Compra regular na internet é feita por quase 7 a cada 10 brasileiros, diz PwC

Veja mais >>>