Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Tecnologia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Tecnologia

08/06/2017 12:04 - Brasil pode ter 870 mil TVs 4K até o fim do ano

São Paulo - Ávidos por conectividade e pouco afetados pela crise de consumo, os clientes premium e super premium tem garantido a demanda por televisores com resolução 4K. De acordo com estimativas da Sony, cerca de 235 mil novos aparelhos do tipo devem entrar no mercado doméstico em 2017.

 

Se somadas às 635 mil unidades que estavam nas casas em 2016 (segundo a consultoria GfK), as telas 4K chegariam a 870 mil. "Das TVs de 55 polegadas para cima, todas que saem já são 4K, e ela invade cada vez mais as telas menores", afirmou ao DCI o gerente de marketing da Sony no Brasil, Marcelo Gonçalves - que vê uma relação direta entre o crescimento do ultra HD com a demanda por TVs conectadas.

 

"O consumidor que não possui smarTV já sente falta de conteúdos como Netflix e Youtube e é levado a trocar", afirma o executivo, explicando que, a partir deste momento, a opção por um modelo que possua também o 4K se torna natural, uma vez que as trocas ocorrem, em média, a cada seis ou sete anos. "Do contrário, o produto ficaria rapidamente obsoleto". O fim da TV analógica é outro fator que vai impulsionar a adoção.

 

A análise de Gonçalves foi feita durante o evento da divisão de eletrônicos da Sony (uma operação separada cuida de smartphones e uma terceira, dos consoles PlayStation) que apresentou a nova linha de produtos - incluindo headphones, câmeras e outros eletrônicos - da japonesa ao País. Ainda que a aposta global da empresa seja o cliente com poder aquisitivo elevado, opções "de entrada" para o 4K também foram apresentadas, assim como uma linha de televisores 'tradicionais' - neste caso, explica Gonçalves, a intenção é atender a lacuna do "segundo aparelho da casa".

 

Cortando o cabo

 

"Lá fora, canais como HBO e ESPN já partiram para a estratégia do cutting the cable [ou cortando o cabo] de disponibilização de conteúdo 4K via internet, com o consumidor negociando direto com o detentor do conteúdo, sem intermediários. Isso vai chegar aqui com força", afirmou Gonçalves, em relação à produção de conteúdo em ultra definição por parte das emissoras nacionais. "Há questões que dificultam o modelo no caso do cabo, mas as brasileiras estão gravando muito em 4K e oferecendo via apps, como o caso da Globosat", completa o gerente de marketing da Sony - que também comemorou a explosão do número de aplicativos no ecossistema. "Em 2015 tínhamos 200 apps de 4K disponíveis. Hoje são 800".

 

 

Fonte: DCI São Paulo

 

 

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

16/05/2018 10:56 - Amazon abrirá lojas sem caixas em Chicago e São Francisco
14/05/2018 12:49 - Consinco entra na disputa do varejo de vizinhança
09/05/2018 10:04 - Apenas 2% dos brasileiros fazem compra online de itens de supermercado
04/05/2018 15:52 - Via Varejo expande parceria com Correios e avalia uso de Uber
04/05/2018 15:50 - Vendas pela internet devem crescer 17% no Dia das Mães, diz ABComm
25/04/2018 15:22 - Grupo ABC faz mais um investimento para maior comodidade e agilidade nas suas compras
23/04/2018 17:30 - Carrefour lança serviço inédito de e-commerce alimentar e não alimentar
19/04/2018 10:51 - Via Varejo Ads pretende elevar em 10 vezes sua base de clientes até 2020
06/04/2018 11:23 - E-commerce deve faturar R$ 77,5 bi ao longo do ano
04/04/2018 11:46 - Compra regular na internet é feita por quase 7 a cada 10 brasileiros, diz PwC

Veja mais >>>