Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Sustentabilidade

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Sustentabilidade

03/02/2015 12:41 - Comércio já acionam geradores em horário de pico de consumo

Plano para aliviar sistema elétrico inclui troca de lâmpadas públicas




Previsto no plano elaborado pelo governo para dar suporte ao sistema elétrico, o acionamento dos geradores dos shopping centers durante o horário de pico de consumo já é uma prática comum.

Segundo Luis Augusto da Silva, diretor da Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping), a maioria dos centros de compras aciona os seus geradores durante o horário de ponta por uma razão econômica. Durante esse período, normalmente entre as 18h e as 21h, as tarifas válidas aos consumidores em alta-tensão são mais caras do que as aplicadas sobre as horas restantes. A Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers) confirma que a maioria dos shoppings já aciona os seus geradores no horário de pico.

Segundo o presidente da entidade, Glauco Humai, além da economia, a medida também tem o objetivo de evitar a sobrecarga do sistema. "Os geradores são acionados em algumas horas do dia, em momentos de sobrecarga para garantir o abastecimento. Não foram pensados para funcionar 24 horas por dia."

Caso os geradores, movidos a diesel ou gás, precisem ficar ligados durante um período maior para aliviar o sistema, haverá um aumento de custos com energia, que será imediatamente rateado entre os lojistas, segundo Humai. Ele evita estimar valores, pois o cálculo varia de acordo com o shopping e com a fonte de energia utilizada.

Segundo o presidente da Abrasce, desde a crise energética de 2001 os shoppings reduziram em 30% o seu consumo de energia elétrica devido a ações de redução de consumo e à cogeração.

LÂMPADAS DE LED


Neste domingo (1º), o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, disse que o governo quer que shoppings acionem seus geradores para dar suporte ao sistema. A Folha apurou que outra medida em estudo é modernizar equipamentos da iluminação pública. A proposta é fazer a substituição das lâmpadas tradicionais --usadas em ruas, prédios públicos, escolas e postos de saúde-- por versões mais modernas e econômicas, as de LED.

Cálculos iniciais usados como base para a proposta mostram que 30% do consumo de energia do país vem dos sistemas de iluminação. A mudança será feita gradualmente e não há prazo para sua conclusão ou previsão de gastos. (TATIANA FREITAS, NATUZA NERY E JULIA BORBA)



Veículo: Folha de S. Paulo

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

18/10/2019 11:59 - Cerveja Carlsberg lança primeira garrafa de papel do mundo
17/10/2019 11:48 - Uso de canudo pode gerar multa de até R$ 5,3 mil
17/10/2019 11:45 - Consumo consciente ainda é desafio para brasileiros
15/10/2019 12:05 - Unilever vai reduzir uso de embalagens plásticas
15/10/2019 12:05 - Estabelecimentos comerciais do Pará tem prazo para parar de usar sacolas plásticas
14/10/2019 16:42 - Plastivida e Pão de Açúcar lançam Projeto de Reciclagem do Isopor®
14/10/2019 12:07 - Consumidor do varejo busca por marcas sustentáveis
10/10/2019 11:40 - Sustentabilidade é a terceira principal preocupação do consumidor, diz estudo
09/10/2019 17:09 - Coca-Cola produz primeiras garrafas com plástico retirado dos oceanos
09/10/2019 11:50 - Sustentabilidade: empresas se engajam no combate as mudanças climáticas

Veja mais >>>