Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Notícias Abras

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Notícias Abras

03/11/2017 19:33 - ABRAS participa de Seminário Sem Desperdício e anuncia compromisso do setor

   

Seminário Sem Desperdício, realizado no Rio de Janeiro


Superintendente da ABRAS, Márcio Milan (microfone) em palestra no Seminário

 

Mais de 40 instituições de diferentes elos da cadeia agroalimentar estiveram representadas no Seminário Sem Desperdício, organizada pela Embrapa em parceria com a Delegação da União Europeia e a WWF-Brasil, que aconteceu no Museu de Arte do Rio, no último dia 31/10, na capital fluminense. Durante o evento, aberto pelo diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Celso Moretti, a Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) e a Associação Brasileira de Embalagens (ABRE) anunciaram o compromisso de fortalecer o engajamento dos setores no combate ao desperdício.


"O varejo tem o papel de comunicar-se tanto com o produtor rural quanto com o consumidor urbano. Somos um elo importante no combate ao desperdício e a Convenção ABRAS, que será realizada em março de 2018, abrirá espaço para os parceiros envolvidos no tema de redução do desperdício", salienta Marcio Milan, superintendente da Abras.


Para Luciana Pellegrino, diretora da ABRE, que representa 200 empresas de toda cadeia produtiva de embalagens, o setor pode contribuir com a redução do desperdício com aplicação de mais tecnologia e educação do consumidor. "Ofertar porções individuais, e embalagens que podem ser fechadas novamente ampliam o tempo de vida dos produtos  e ajudam o consumidor a consumir tudo o que compra", destaca.

 

A diretora ressaltou ainda a importância do setor no engajamento de iniciativas como a Save Food (iniciativa com apoio da FAO e da ONU para reduzir o desperdício) e elogiou a ação da Embrapa e parceiros no projeto dos Diálogos Setoriais União Europeia - Brasil.

O evento contou também com a participação do presidente da Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (ASSERJ), Fábio Queiróz.


Estratégias governamentais
Aproximadamente um terço da produção global de alimentos é desperdiçado, segundo dados da FAO. A preocupação dos governos com a má utilização dos alimentos ainda é recente, boa parte dos programas que visa combater a prática surgiu há menos de 10 anos. A plataforma da Comunidade Europeia sobre desperdício foi criada em 2016.


Na Espanha, por exemplo, a estratégia Mais Alimento, Menos Desperdício começou em 2013, mesmo ano no qual a França (veja as iniciativas francesas em www.agriculture.gouv.fr/antigaspi) passou a encarar o tema. Os franceses pretendem reduzir pela metade o desperdício até 2025, em consonância com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 12.3, que visa reduzir pela metade até 2030 o desperdício de alimentos per capita mundial, em nível de varejo e do consumidor, e reduzir as perdas de alimentos ao longo das cadeias de produção e abastecimento, incluindo as perdas pós-colheita. A Embrapa é integrante da coalização global pela ODS 12.3.


De acordo com o representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic, os principais vilões da perda e desperdício de alimentos são a armazenagem e transporte inadequados e os maus hábitos dos consumidores. "Nos países mais desenvolvidos o comportamento da população é o principal fator, enquanto nos países mais pobres armazenagem e transporte têm peso maior", revelou.


Entre os "maus hábitos" de quem compra alimentos está a rejeição aos alimentos com aparência incomum. A FAO tem incentivado o consumo de frutas ou hortaliças amassadas/feias. Com o objetivo de diminuir o desperdício de alimentos, o Carrefour lançou em outubro, o programa Únicos, que venderá frutas e legumes fora do padrão estético com descontos de até 30%. A princípio, o programa se dará em alguns hipermercados da rede em São Paulo (SP), todas as sextas-feiras.

No Rio de Janeiro, local do Seminário Sem Desperdício, as cadeias de supermercados Superprix e Zona Sul também aderiram à causa. No Superprix, a campanha "As aparências enganam" ajuda crianças e jovens de comunidades locais. A rede disponibiliza beterrabas, batatas doce, inhames, chuchus e cenouras de aparência incomum, mas alto valor nutritivo, com 30% de desconto. Já o Zona Sul, como parte da iniciativa Zona Sul Sustentável, utiliza os alimentos "feios" no refeitório dos empregados.


Por sinal, como os supermercados são responsáveis pela compra de 70% das frutas e hortaliças no Brasil é vital envolvê-los. Nestes estabelecimentos quem mais sofre com as perdas são frutas, legumes e verduras, o que contribui para que 2.10% do faturamento líquido seja perdido. "Quase 18% do que o Brasil produz com cítricos de mesa, laranja, limão e tangerina, é desperdiçado na hora da colheita", revelou o superintendente da ABRAS, Márcio Milan. O setor tem mostrado preocupação com o assunto, atualmente quase 60% das cadeias possuem uma área de prevenção de perdas. Outra demanda dos supermercados é uma legislação mais amigável em relação às doações. Por sinal, na França, lojas de varejo acima de 400 metros quadrados são proibidas de destruir alimentos.


Ainda pouco conhecidos no Brasil, mas de importância reconhecida pela FAO e muito presentes na Espanha, os bancos de alimentos podem ajudar muito no melhor aproveitamento dos recursos naturais. Eles aprimoram os processos de captação e distribuição dos alimentos doados, para proporcionar maior efetividade, com redução das perdas. A Rede Brasileira de Bancos de Alimentos, que conta com o apoio da Embrapa, contabiliza 228 destes bancos (107 públicos e 111 privados). "Nossa preocupação não é apenas com o combate à fome, também promovemos a alimentação saudável", revelou Kathleen Machado, coordenadora-geral de Equipamentos Públicos do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA).


Diálogos Setoriais
O seminário faz parte de projeto aprovado pela plataforma Diálogos Setoriais, parceria estratégica entre União Europeia e Brasil para favorecer o intercâmbio de conhecimentos, experiências e melhores práticas sobre temas de interesse mútuo, e foi enquadrado na categoria Top-Down por se tratar de área prioritária e de diálogo político de alto nível entre os governos envolvidos. O projeto é coordenado pela Embrapa em parceria com a WWF Brasil.

Os vídeos com as palestras do seminário, foi transmitido ao vivo pela internet, e estão disponíveis no perfil da iniciativa Sem Desperdício, no Facebook (https://www.facebook.com/SemDesperdicioBrasil/).



Fonte: Comunicação da Embrapa/Redação Portal ABRAS

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

05/12/2017 11:05 - Vendas reais dos supermercados caem 0,84% em outubro
04/12/2017 16:41 - Reforma da Previdência - Vamos aprovar essa mudança!
04/12/2017 14:19 - PMA homenageia ABRAS pela contribuição ao setor de FLV
04/12/2017 14:12 - Vendas reais em supermercados caem 0,84% em outubro
01/12/2017 15:59 - Vendas nos supermercados caem 0,84% em outubro, revela Abras
01/12/2017 15:51 - Vendas dos Supermercados Têm Queda de 0,84%
01/12/2017 15:49 - Vendas reais dos supermercados caem 0,84% em outubro ante setembro
01/12/2017 15:41 - Vendas nos supermercados caem 0,84% em outubro, revela Abras
01/12/2017 15:40 - Vendas reais dos supermercados caem 0,84% em outubro ante setembro
01/12/2017 15:38 - Vendas nos supermercados caem 0,84% em outubro, revela Abras

Veja mais >>>