Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Notícias Abras

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Notícias Abras

09/05/2017 11:18 - Minas Gerais cresce no ranking da Abras

Minas Gerais é o segundo Estado com o maior número de representantes no ranking dos 50 maiores supermercados do País, ficando atrás apenas de São Paulo, segundo levantamento da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Minas tem oito redes na lista, enquanto São Paulo tem 17. Na sequência vêm Rio de Janeiro (5); Paraná (4); Santa Catarina (3); Pará (3) Rio Grande do Sul, (2); Espírito Santo (2). Com uma loja cada estão Acre, Bahia, Sergipe, Distrito Federal , Piauí e Rio Grande do Norte. Os dados são referentes a 2016. No comparativo com 2015, a participação mineira melhorou, já que ganhou um novo representante na lista.

 

Um dos destaques do ranking é o Mart Minas, que registrou aumento de dois dígitos, com 36% no faturamento, passando de R$ 1,31 bilhão para R$ 1,78 bilhão. O número de lojas aumentou de 17 para 21 (crescimento de 23,5%). Com isso, o supermercado subiu cinco posições no ranking da Abras, da 26ª para a 21ª posição.

Outro destaque ficou para o supermercado Verdemar, o único mineiro a estrear na lista dos 50 maiores, passando da 52ª para a 47ª posição. O faturamento da rede passou de R$ 552,8 milhões para R$ 664,8 milhões, com ampliação da receita de 20,3%. O número de lojas subiu de 7 para 8.

 

Dos oito supermercados do ranking, sete melhoraram seu posicionamento e um manteve a colocação. Além do Verdemar e Mart Minas, subiram na classificação: DMA (Epa), que passou de 11º para 10º; Multi Formato (Supernosso), que subiu da 16ª colocação para a 15ª; Supermercado Bahamas, que avançou do 22º lugar para 16º; o Adição Distribuição Express, do 31º para 29º; e Luiz Tonin Atacadista e Supermercados, de 45º para 41º. Já a rede Supermercados BH, que ficou em sétimo lugar no levantamento anterior, manteve a colocação.

 

Segundo o levantamento da Abras, o grupo das 50 maiores empresas passou a ser responsável por 51,9% do comércio supermercadista do País. Comparando 2016 com 2015, o grupo aumentou sua importância em 1,9 ponto percentual. O resultado é atribuído ao forte crescimento das lojas de proximidade e atacarejos.

 

Receita

O faturamento do setor supermercadista no País, em 2016, foi de R$ 338,7 bilhões, segundo a Abras. O valor indica queda de 1,5% com relação a 2015. É o segundo ano consecutivo com retração, após nove anos de crescimento.

Em termos de geração de receita no setor, Minas está em terceiro lugar no País. Em 2016, o Estado respondeu por 10,8% do faturamento nacional, enquanto São Paulo ficou com 31,8% e Rio Grande do Sul, 11,6%.

 

De acordo com o levantamento da Abras, o volume de lojas que constitui o setor supermercadista brasileiro ultrapassou, em 2016, a marca de 89 mil estabelecimentos. O número indica alta de 0,5% sobre 2015, ano em que a quantidade de lojas do setor alcançou 88,6 mil.

 

Outro indicador que registrou leve alta foi o de número de funcionários, passando de 1,801 milhão para 1,809 milhão, o que corresponde a avanço de 0,5%. De acordo com a Abras, neste caso, as informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). A abertura de novas lojas é uma das principais razões para este acréscimo.

A pesquisa é elaborada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da Abras em parceria com a Nielsen. Os dados completos da 40ª Pesquisa Ranking Abras/SuperHiper estão na revista SuperHiper, da Abras.

 

 

Fonte: Diário do Comércio de Minas


 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

27/07/2017 16:25 - Vendas do setor registram alta de 0,95% no primeiro semestre
26/07/2017 19:46 - UNECS se reúne em Brasília para planejar ações para os próximos anos
24/07/2017 14:43 - Com aumento de impostos produtos devem ficar mais caros
24/07/2017 14:41 - CNT: aumento de imposto sobre diesel elevará preços para população
24/07/2017 14:39 - Com aumento de impostos sobre combustíveis, outros produtos devem ficar mais caros
24/07/2017 14:38 - Preço do frete deve subir de 2,5% a 4% com aumento de impostos sobre diesel
24/07/2017 14:36 - Com aumento de impostos sobre combustíveis, outros produtos devem ficar mais caros
24/07/2017 14:35 - Alta do diesel vai deixar comida mais cara, diz entidade
24/07/2017 14:34 - Alta do diesel vai deixar comida mais cara, diz entidade
24/07/2017 14:33 - Alta do diesel vai deixar comida mais cara, diz entidade

Veja mais >>>