Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

14/08/2019 15:10 - Varejo investe em porções reduzidas para atender ‘mercado single’

Os solteiros são o principal grupo na sociedade. Segundo o IBGE, 48,1% da população brasileira são de pessoas solteiras contra 39,9% de casados, 5,9% de divorciados, desquitados e separados judicialmente e outros 6,1% de viúvos.

 

Um levantamento da Alelo sobre gastos de trabalhadores com alimentos mostra que os solteiros gastam mais ao comprar comida para casa, são cerca de R$ 58,81 por semana, o que representa 7,97% maior em relação aos casados, que têm um gasto de R$ 54,47. Outro dado interessante é que 12,23% dos profissionais solteiros realizam suas compras em atacados. O número é maior que dos casados que é de 11,61%.

 

Buscando atender a demanda destes consumidores em específico, redes varejistas têm investido em ‘mercado single’.  Esse conceito propõe a oferta de produtos em pequenas quantidades e em porções individuais de fácil preparo ou para consumo imediato. Para fomentar esse mercado em constante crescimento, o Bretas comercializa produtos direcionados a esse nicho. 

 

Na mercearia, existem opções como o azeite de oliva – em frasco reduzido de 250ml -, arroz e açúcar de um quilo e os produtos – como carne, frutas, verduras e frios – comercializados a granel. Na área de perecíveis industrializados e congelados, o consumidor pode contar com embalagem individual de lasanha, macarrão pronto, sanduíches, frascos menores de iogurte e até sobremesas prontas. Essas opções facilitam a vida de quem gosta de comer em casa.

 

Vantagens no consumo de congelados

 

Um estudo da Consumer Watch Express Shopper, da Kantar Worldpanel, mostra que 61% dos brasileiros optam por pratos congelados, prontos ou semiprontos. Comer congelados representa se alimentar com praticidade, sabor e rapidez.

 

Além de poupar o tempo, os congelados permitem economia ao consumidor, já que são uma opção mais barata do que almoçar ou jantar fora. Também reduzem os gastos inclusos quando se cozinha em casa como gás, eletricidade e empregada doméstica.

 

Outras vantagens são o controle de ingredientes e nutrientes – disponíveis no rótulo – e evitar desperdício de comida. Feitos sob medida, os pratos congelados não geram sobras e ainda permitem que o consumidor possa variar o cardápio da semana.

 

Fonte: Diário da Manhã

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

05/12/2019 17:18 - Dieese: Preço da carne sobe em 17 capitais; alta em Vitória foi de 19,4%
05/12/2019 17:09 - IPC-C1 sobe 0,56% em novembro ante queda de 0,12% em outubro, revela FGV
05/12/2019 17:03 - Percentual de famílias com dívidas sobe para 65,1% em novembro
05/12/2019 13:27 - MP 892 perde a validade
05/12/2019 13:22 - Preços de alimentos sobem no mundo com impulso de carnes e óleos vegetais, diz FAO
05/12/2019 13:17 - Cesta básica sobe em 9 de 16 capitais e carne fica mais cara em todas as regiões do país
04/12/2019 12:40 - Melhoria no mercado de trabalho ajuda a impulsionar o consumo das famílias
04/12/2019 12:40 - Economia brasileira deve se recuperar lentamente em 2020
04/12/2019 12:28 - Congresso vai barrar projeto do governo que ameaça inclusão de deficiente
04/12/2019 12:27 - Atividade no comércio tem aumento de 2,9% em outubro, diz Serasa

Veja mais >>>