Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

08/11/2018 14:42 - Cesta básica sobe em 16 das 18 capitais pesquisadas pelo Dieese

O preço da cesta básica no mês de outubro apresentou alta em 16 das 18 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

 

Segundo o levantamento divulgado hoje (7), as cidades que apresentaram aumento mais expressivo foram Fortaleza (7,15%), Porto Alegre (6,35%), Vitória (6,08%) e Rio de Janeiro (6,02%). A cesta mais cara foi a de Florianópolis, ficando em R$ 450,35, seguida pela de Porto Alegre (R$ 449,89), São Paulo (R$ 446,02) e Rio de Janeiro (R$ 443,69). Os menores valores médios foram observados em Natal (R$ 329,90) e Recife (R$ 330,20).

 

Em 12 meses, os preços médios do conjunto de alimentos subiram em 15 cidades, com destaque para Florianópolis (8,15%), Campo Grande (7,58%) e Fortaleza (7,02%). Os menores valores médios foram Belém (-1,45%), Goiânia (-1,34%) e São Luís (-1,19%).

 

No acumulado de meses de 2018, 14 capitais tiveram alta, entre elas Vitória (8,96%), Curitiba (8,40%) e Campo Grande (8,34%). Entre as que registraram queda estão Goiânia (-0,83%, Recife (-0,59%), Natal (-0,39%) e São Luís (-0,23%).

 

O Dieese calculou o salário mínimo ideal em outubro, baseado na cesta mais cara, de Florianópolis. O valor mínimo mensal necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria ser de R$ 3.783,39, equivalente a 3,97 vezes o salário mínimo atual, de R$ 954. Em setembro, o valor tinha sido estimado em R$ 3.658,39, ou 3,83 vezes o piso mínimo do país.

São Paulo

 

Na capital paulista, o custo do conjunto de alimentos da cesta básica aumento 3,05% em relação a setembro, e se posicionou como o terceiro maior valor entre as 18 capitais pesquisadas. Nos últimos 12 meses, o conjunto de produtos variou 4,18%; nos dez meses de 2018, o acumulado foi de 5,10%.

 

Fonte: Agência Brasil

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

10/12/2018 14:50 - Varejo terá melhor dezembro em 10 anos, diz FecomercioSP
10/12/2018 14:38 - Atividade do comércio recua 0,5% em novembro
10/12/2018 13:12 - Consumo: Amigo secreto reduzirá gastos do Natal
10/12/2018 13:11 - IPC-S reduz queda a 0,06% 1ª quadrissemana de dezembro, diz FGV
10/12/2018 13:11 - Tendência é dos índices de inflação ficarem sob controle no curto prazo
10/12/2018 13:10 - Focus: Economistas passam a ver Selic mais baixa em 2019 com cenário de inflação cada vez mais fraca
10/12/2018 12:11 - Confira o álbum de fotos do Carrinho Agas 2018
10/12/2018 11:58 - Chocolate se fortalece e se estabelece como presente de Natal no Brasil
10/12/2018 10:33 - Kantar Worldpanel: Consumo de cerveja cresce no Brasil
07/12/2018 11:27 - Conab divulga produtos com descontos no financiamento de agricultores em dezembro

Veja mais >>>