Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

14/03/2017 10:43 - Alta das ações dificulta potencial aquisição da Via Varejo

A escalada do preço das units - ativos compostos por mais de um tipo de ação - da Via Varejo já leva potenciais compradores do braço de eletroeletrônicos do Grupo Pão de Açúcar (GPA) a considerar que a companhia estaria se tornando cara demais para ser alvo de uma aquisição. Esse é um dos fatores que têm atrasado o processo de venda da varejista. Desde a véspera do anúncio oficial pelo grupo varejista dos planos de vender a controlada, dia 22 de novembro, as units da Via Varejo subiram 42,74% até ontem, quando fecharam o dia cotadas a R$ 11,79.

 

 

 

Desde a véspera do anúncio oficial pelo grupo varejista dos planos de vender a controlada, dia 22 de novembro, as units da Via Varejo subiram 42,74% até ontem, quando fecharam o dia cotadas a R$ 11,79. A partir dessa alta, a companhia ganhou R$ 1,5 bilhão em valor de mercado, alcançando uma capitalização total de R$ 5,1 bilhões, ontem. Esse valor ainda não inclui, porém, as lojas virtuais de Ponto Frio e Casas Bahia, que estão em processo de integração com a Via Varejo.

 

 

É em cima dessa recente alta das units que espera-se que o comprador de Via Varejo ainda pague um esperado prêmio ao GPA, que detém 62,6% da companhia de eletroeletrônicos. Não existe a obrigatoriedade, porém, de que o controle seja vendido a valor de mercado. Um grupo interessado na Via Varejo afirmou à reportagem que o valor de mercado que a companhia alcançou supera o desembolso calculado inicialmente para a aquisição da varejista, já incluído o prêmio ao controlador. Diante disso, esse potencial comprador não deve fazer uma proposta de compra pela rede.

 

 

 

O processo de venda da Via Varejo tem sofrido atrasos diante da dificuldade de encontrar interessados na companhia. A escala das units acaba tornando esse processo ainda mais complicado. A valorização, porém, não é algo exclusivo da Via Varejo. Apesar de o desempenho da controlada do GPA na bolsa de valores superar em muito a alta de 5,73% do Ibovespa no mesmo período, outras varejistas também viram o preço de suas ações subir desde novembro. Os papéis da Magazine Luiza, por exemplo, tiveram alta de 72,84% e fecharam o dia ontem cotados a R$ 171,84. A companhia criada a partir da união entre Via Varejo e parte da Cnova - um negócio ainda não constituído formalmente - teve vendas líquidas de R$ 23,2 bilhões em 2016 e prejuízo de R$ 750 milhões. Internamente, essa integração é vista como crucial para a avaliação que a companhia terá por parte de potenciais compradores. (Colaborou Adriana Mattos).

 

 

 

Fonte: Valor Econômico

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

25/09/2017 11:28 - Preços dos alimentos oscilam em São Paulo
25/09/2017 11:27 - Indicadores favorecem o comércio
25/09/2017 11:20 - Confiança do cliente tem leve alta após três quedas
25/09/2017 11:20 - Oferta de vagas de fim de ano volta a crescer
25/09/2017 11:18 - Alta do PIB de 2017 sobe de 0,60% para 0,68%, prevê Focus
22/09/2017 10:47 - Custo de produção registra inflação de 0,17% em agosto
22/09/2017 10:22 - Confiança do consumidor sobe 1,4 ponto em setembro ante agosto, revela FGV
22/09/2017 10:16 - Inflação menor reforça queda da Selic para 7% no fim do ano
22/09/2017 10:15 - Meirelles afirma que investidor quer entender melhor a recuperação do Brasil
22/09/2017 10:13 - Brasil abre 35.457 vagas formais de trabalho em agosto, no azul pelo quinto mês seguido

Veja mais >>>