Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Carnes / Peixes

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Carnes / Peixes

17/09/2018 10:48 - 1º semestre: abates de frango recuam, mas não a produção

Como o IBGE ressaltou na semana passada, o segmento produtor de alimentos de origem animal mais afetado pela greve dos caminhoneiros foi a indústria do frango, porquanto em maio, quando ocorreu o movimento, os abates recuaram mais de 20% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

 

Em consequência – e como já havia sido antecipado pelo órgão de estatísticas em agosto último – o número de cabeças abatidas no semestre em estabelecimentos sob inspeção recuou 2,5%. Mesmo assim, o volume de carne de frango resultante aumentou mais de 1% - isto, tanto em relação ao 1º semestre, quanto ao 2º semestre de 2017 – apresentando incremento mais significativo que o apontado nas informações preliminares divulgadas no mês passado.

 

À primeira vista, considerada a expansão média ocorrida em cinco dos seis meses do período, o número de cabeças abatidas no semestre inicial de 2018 aumentaria cerca de 1,5%. Mas, com a greve de maio, os abates do mês recuaram 17% em relação à média abatida nos quatro meses anteriores, fazendo com que o total semestral – da ordem de 2,855 bilhões de cabeças – ficasse 2,57% aquém do registrado em idêntico período de 2017.

 

Isso, porém, não se refletiu na produção de carne de frango do semestre – ainda que o volume registrado em maio (menos de 1 milhão de toneladas) tenha recuado mais de 18% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Pois, ao chegar aos 6,887 milhões de toneladas, a produção inspecionada dos seis primeiros meses de 2018 ficou 1,32% e 1,11% acima das registradas no 1º e no 2º semestre de 2017 (respectivamente, 6,797 e 6,811 milhões de toneladas).

 

Como sempre, a diferença entre cabeças abatidas e carne produzida vem sendo determinada pela maior produtividade dos frangos em criação. E que, como mostra a tabela abaixo, aumentou mais de 4% no primeiro semestre deste ano, fazendo com que o peso médio do frango abatido nos abatedouros sob inspeção subisse de 2,319 kg (1º semestre de 2017) para 2,413 kg (mesmo período de 2018).

 

Neste caso, porém, é importante ressalvar que parte desse acréscimo foi ocasionada pelos abates do mês de junho, ocasião em que o peso médio ultrapassou a marca dos 2,5 kg – um outro efeito, retardado, da greve dos caminhoneiros.

 

Em outras palavras, os frangos não abatidos em maio em decorrência da paralisação dos frigoríficos permaneceram por mais tempo nas granjas, dessa forma ganhando peso muito acima do normal (incremento de mais de 6% em relação ao mesmo mês do ano passado).

 

Não fosse isso, o volume de carne de frango produzido no semestre teria sido menor. Mesmo assim, continuaria superior aos registrados um ano ou seis meses antes.

 

Fonte: AviSite

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

19/11/2018 11:35 - Desempenho do frango vivo na 3ª semana de novembro
14/11/2018 12:00 - Abate de bovinos no Brasil sobe 3,6% no 3º tri, com exportação, diz IBGE
12/11/2018 11:44 - Desempenho do frango vivo no primeiro decêndio de novembro
09/11/2018 11:58 - Tereza Cristina: setor de carnes está preocupado com posição sobre países árabes
08/11/2018 14:47 - Suínos: Início de mês e retomada das compras russas impulsionam preços
08/11/2018 14:46 - Frango vivo em SP: queda de preço surpreende produtores
07/11/2018 11:47 - Carne de aves: tendências mundiais em 2018 segundo a FAO
05/11/2018 11:44 - A alta de preço da carne bovina não durou muito no atacado
01/11/2018 14:26 - Mercado do suíno pressionado
01/11/2018 14:25 - Carne bovina com preços sustentados no varejo

Veja mais >>>