Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Bebidas

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Bebidas

08/06/2017 12:02 - Krug Bier completa 20 anos de mercado

Com um volume de produção que beira 200 mil litros por mês, a fábrica de cervejas artesanais Krug Bier comemora 20 anos projetando crescimento de 25% na receita para este ano na comparação com 2016. De acordo com o sócio da Krug Bier e mestre cervejeiro Alfredo Oliveira, para festejar, a marca está desenvolvendo um rótulo especial, o Krug 20, que, antes de chegar ao mercado, passará por uma avaliação da clientela. Por votação, será escolhida a melhor composição, entre duas em desenvolvimento: uma com lúpulos tradicionais e outra com o ingrediente mais recente.

 

“Se tudo der certo, abriremos a degustação e a votação durante o próximo evento Experimente - Feira de Cervejas Artesanais e Gastronomia, que acontece no Jardim Canadá, em Nova Lima, no primeiro sábado de cada mês, ” diz Oliveira.

 

A cerveja Krug 20 faz parte de um plano maior da marca, que também está investindo cerca de R$ 400 mil na compra de uma centrífuga importada que reduzirá em 5% o desperdício pela purga durante a fabricação. Outra medida que irá representar um aumento de 20% na capacidade de produção é o reposicionamento do maquinário na fábrica. “O remanejamento interno dos equipamentos vai melhorar o fluxo de produção, reduzindo em meia-hora o tempo de cozimento da cerveja”, explica. A logística de distribuição ‘costura’ todo o planejamento estratégico da marca, que vai aproveitar a organização estabelecida para incluir rótulos importados nas vendas.

 

Oliveira explica que usar a estrutura para levar aos pontos de revenda marcas artesanais de fora atende a uma demanda existente. “Estamos adquirindo pequenos lotes, entre mil e 2 mil garrafas, para comercializá-las junto das nossas”, completa.

 

A empresa abriu as portas no bairro Belvedere, região Centro-Sul de Belo Horizonte, no ano de 1997, pelas mãos dos sócios Herwin Gangl e Alfredo Oliveira, com receitas tradicionais austríacas e total respeito às leis de pureza da Baviera. Era a primeira cervejaria artesanal de Minas Gerais e apresentava um produto novo e ainda desconhecido pelo público. Desde então, a Krug Bier cresceu e se desenvolveu, mudou para o Jardim Canadá, em Nova Lima, e também criou produtos diferenciados, como as linhas Áustria (com sete rótulos), Expressionista (agora também com sete rótulos) e a linha Rock (Skank Pilsen, Skank Altbier e Tianastácia - Golden Ale), além dos chopes.

 

Boa procura

 Segundo Oliveira, a larger, que já foi o carro-chefe da Krug Bier, hoje vem dando lugar a outros rótulos produzidos pela fábrica, como os da linha Expressionista. Recém-lançadas, a Submissão e a Rancor, têm tido boa procura, afirma. Criador da linha Expressionista, o mestre cervejeiro descreve a Submissão como uma Session IPA com tamarindo. “É uma cerveja leve, com baixo teor alcoólico (3,9%), baixo conteúdo energético, baixo corpo, bem aromática, mas com alto drinkability (medido pela vontade de se tomar outro gole). O tamarindo foi adicionado à receita por suas propriedades terapêuticas e acidez”, explica. Seu grande diferencial é ser uma cerveja sem glúten (novidade no mercado artesanal brasileiro) e seu principal público-alvo são os celíacos e também as pessoas focadas no mundo fitness.

 

Ele diz que as cervejas ‘session’ eram muito comuns na Europa. “Na época em que a água estava contaminada (não se conheciam os micro-organismos) e as pessoas passaram a evitar tomar água. No trabalho, porém, as pessoas tinham que se hidratar, mas não podiam ficar bêbadas. A solução era fabricar cerveja de baixo teor alcoólico. O nome ‘session’ vem de sessões, onde os trabalhadores paravam de trabalhar e iam se hidratar. O nome IPA é a abreviação de ‘India Pale Ale’.

 

O comportamento humano, ele diz, foi a fonte de inspiração das cervejas. “Normalmente, na criação de uma cerveja, as cervejarias escolhem o estilo em primeiro lugar. Nesta linha de cervejas, o estilo foi a última escolha. As cervejas foram concebidas para expressar a natureza humana e seus comportamentos diários e, depois de prontas, é que era escolhido o estilo em que melhor se encaixavam”, explica.

 

A Submissão tem como companhia a Calúnia (American Pale Ale), Inocência (Tripel), Remorso (Russian Imperial Stout), Sarcasmo (ESB), Rancor (IPA) e Pretensão (Specialty Wood Age). Cada uma com características bem marcantes e personalidade forte.

 

 

Fonte: Diário do Comércio de Minas

 

 

 

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

10/07/2019 16:56 - Cerveja poderá ter leite e mel em sua composição
10/07/2019 16:47 - ICMS de alimentação e bebidas em bares será de 4% no Rio
08/07/2019 14:52 - Vinhos paulistas se destacam entre os melhores do Brasil
14/06/2019 11:19 - Como está o mercado cervejeiro no Brasil?
11/06/2019 12:16 - Garrafa de cerveja retornável volta a ganhar espaço no mercado Brasileiro
30/05/2019 11:58 - Ministério da Agricultura registra produtores de cachaça e aguardente
21/05/2019 11:30 - Clube de vinhos mira o varejo para crescer 15%
06/05/2019 10:54 - Cerveja puro malte cresce 81% em volume de consumo no Brasil
14/03/2019 11:22 - Por que bebemos tão pouco vinho?
08/03/2019 14:31 - Consumo de refrigerantes só deve apresentar recuperação em 2020

Veja mais >>>