Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Bebidas

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Bebidas

16/02/2017 10:50 - Heineken, nova dona da Schin, tem queda nas vendas no Brasil em 2016



A holandesa Heineken, que anunciou esta semana a compra da Brasil Kirin, por € 664 milhões (R$ 2,2 bilhões), registrou recuo de um dígito médio (entre 4% e 6%) nas vendas totais de cervejas no mercado brasileiro em 2016, devido à recessão e à disputa de preços mais acirrada.

A empresa vende no país rótulos como Kaiser, Bavaria, Heineken, Amstel e Sol. Apesar da queda geral, o segmento 'premium' continuou a mostrar performance acima da média no mercado brasileiro - a marca Heineken apresentou avanço de dois dígitos no volume vendido, que atingiu 2 milhões de hectolitros. Sol e Amstel também tiveram bom desempenho, segundo o relatório de resultados divulgado ontem.

Globalmente, a companhia teve lucro líquido de € 1,5 bilhão em 2016, uma queda de 18,6%. O recuo foi associado a perdas com variação cambial, principalmente no México, Brasil e Nigéria, e à economia mais fraca em países emergentes. A Heineken também citou a base de comparação alta de 2015, devido à venda de ativos.

As vendas da cervejaria no mundo aumentaram 3% em volume, acompanhando o crescimento nas operações da América, Ásia-Pacífico e Europa. O desempenho foi mais fraco na África, Oriente Médio e Europa Oriental.

A receita total subiu 1,4%, para € 20,8 bilhões. Excluindo a variação cambial, a alta foi de 4,8%. "Entregamos um forte resultado em 2016, com um claro desempenho acima da média em nosso portfólio de marcas 'premium' e com um momento sustentável para nossa agenda de inovação", afirmou em comunicado Jean-François van Boxmeer, presidente da Heineken.

Para 2017, o grupo espera crescimento em receita e lucro. Os investimentos em fábricas e equipamentos devem ficar levemente abaixo de € 2 bilhões no ano, ante € 1,8 bilhão em 2016. Em conferência para analistas de mercado, Boxmeer disse que as projeções não consideram o efeito da compra da Brasil Kirin e da rede de bares Punch no Reino Unido. Com a Brasil Kirin, dona da marca Schin, a Heineken torna-se a segunda maior cervejaria no país (só atrás da Ambev), ampliando a participação principalmente no Nordeste.

Laurence Debroux, diretor financeiro da Heineken, disse que espera reduzir custos após a integração da Brasil Kirin nas áreas de produção, logística, vendas e administração. "Mas o maior ganho de sinergia seria realmente ter uma maior presença no Nordeste, além da capacidade para seguir com a estratégia de marcas especiais. Somos mais fracos em áreas do país onde a Brasil Kirin é mais presente. Por isso esperamos ganhos de receita com a compra."

Ele acrescentou que o impacto da aquisição ainda depende de diversos fatores, incluindo a data de conclusão. E disse não é possível estimar quando a Heineken conseguirá transformar o prejuízo operacional da Brasil Kirin em lucro.

Por Cibelle Bouças e Juliana Machado | De São Paulo

Fonte: Valor Econômico

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

12/11/2019 13:07 - Comerciantes de vinho esperam retomada do crescimento
28/10/2019 12:09 - Aumentos de preços vão conter alta em venda de cerveja no Brasil no 4º tri, diz Ambev
04/10/2019 12:06 - Ministério cria câmara setorial para a cadeia produtiva da cerveja
09/09/2019 11:35 - Marcas premium têm crescido no mercado
07/08/2019 12:27 - Dia Internacional da Cerveja no Super Nosso
10/07/2019 16:56 - Cerveja poderá ter leite e mel em sua composição
10/07/2019 16:47 - ICMS de alimentação e bebidas em bares será de 4% no Rio
08/07/2019 14:52 - Vinhos paulistas se destacam entre os melhores do Brasil
14/06/2019 11:19 - Como está o mercado cervejeiro no Brasil?
11/06/2019 12:16 - Garrafa de cerveja retornável volta a ganhar espaço no mercado Brasileiro

Veja mais >>>