Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Bebidas

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Bebidas

25/02/2016 11:40 - Ambev encerra 2015 com crescimento de 8,0% de receita e de 10,8% de EBITDA no Brasil

                                           Foco em plataformas comerciais e investimentos em inovações permitiram bons resultados.

Mesmo diante de um cenário macroeconômico mais desafiador no Brasil, a Ambev encerrou 2015 com um resultado sólido, devido ao foco em inovações e plataformas comerciais e também beneficiada por suas operações internacionais. A receita líquida da companhia no País foi 8% maior do que a registrada no ano anterior, somando R$ 26,3 bilhões. Já o EBITDA (lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado das operações teve alta de R$ 10,8%, para R$ 14,1 bilhões. No resultado consolidado, a receita da Ambev apresentou crescimento de 12%, para R$ 46,7 bilhões, enquanto o EBITDA somou R$ 22,2 bilhões, um avanço de 12,4%.

Influenciado pelo clima menos favorável no fim do ano, com chuvas mais frequentes, e também pela redução da renda disponível do consumidor em função do ambiente macroeconômico, o volume de cerveja comercializado pela Ambev no Brasil registrou queda de 2,5% no quarto trimestre. No ano, o recuo foi de 1,8%, devido também a uma base de comparação mais difícil em função da realização da Copa do Mundo em 2014. Apesar de um volume menor, o foco da companhia em suas estratégias comerciais se mostrou acertado e permitiu à Ambev o bom desempenho em 2015.

A aposta nas marcas premium é um exemplo disso. O segmento, liderado por Budweiser, Original, Stella Artois e Corona, teve crescimento de dois dígitos ao longo do ano e atualmente representa 10% do volume total de cerveja comercializado pela Ambev.

O fortalecimento das principais marcas da companhia também foi importante para mais esse ano positivo. Após entregar diversas experiências inovadoras para seus consumidores, como Skol Summer On, Tomorrowland, Lollapalooza e a promoção Viva Las Vegas, a Skol foi eleita a marca mais valiosa da América Latina, pelo ranking BrandZ da Millward Brown.

Como parte de sua estratégia, a Ambev busca ainda investir continuamente em inovações para atender os mais diferentes perfis de consumidores e ocasiões de consumo. Só em 2015, a companhia lançou a Skol Ultra, cerveja com menos calorias e carboidratos (99 Kcal em 310 ml) e três novas linhas da Brahma Extra – Lager, Red Lager e Weiss.

Também em 2015, a Ambev trouxe ao mercado a Skol Beats Spirit, novo sabor no segmento “near beer”, como são chamadas as bebidas produzidas à base de malte. Prova do sucesso dos investimentos em inovações, em pouco mais de um ano após o lançamento da Skol Beats Senses, esse novo segmento já representa 1% do volume total de cerveja vendido pela companhia.

A Ambev ainda relançou em 2015 a marca Adriática, cerveja centenária que volta a ser fabricada na nova cervejaria da Ambev em Ponta Grossa (PR). Somada ao trabalho da companhia em inovações, a construção da fábrica no Paraná e também da nova planta em Uberlândia (MG) levou a Ambev a atingir novamente um nível recorde de investimentos no ano passado. Apenas no Brasil, foram investidos R$ 3,1 bilhões. Considerando a operação global da companhia, os investimentos chegaram a R$ 5,2 bilhões.

No segmento de refrigerantes(refrigerantes, bebidas não-alcóolicas e não-carbonatadas), destaque para o recente lançamento do Guaraná Antarctica na Argentina. A marca, uma das mais queridas pelos brasileiros, também ajudou a Ambev a compensar a retração do setor no Brasil e encerrar o ano com um recorde de participação no mercado de refrigerantes. Além disso, em 2015 o energético Fusion consolidou-se como a terceira marca mais consumida da bebida no País.

“O foco em nossas plataformas comerciais e os investimentos em inovações foram cruciais para alcançar o resultado sólido no Brasil em 2015, mas, ainda mais importante, para construir nossa base para o futuro”, afirma o vice-presidente financeiro e de Relações com Investidores da Ambev, Ricardo Rittes. Para 2016, a companhia espera transformar o cenário macroeconômico mais difícil em uma oportunidade para aprimorar ainda mais sua eficiência. “Historicamente, algumas das nossas apostas mais importantes foram feitas em cenários como o que enfrentamos agora”, explica o executivo.

A companhia também tem diversificado sua oferta de embalagens, investindo nas garrafas retornáveis de vidro, por exemplo. Além de trazerem benefícios indiscutíveis ao meio ambiente, elas podem ser de 20% a 30% mais baratas para o consumidor. Nos supermercados, o volume de retornáveis comercializado pela Ambev dobrou nos últimos três meses de 2015, quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Já nos bares, a empresa tem reforçado a presença das garrafas retornáveis de 1 litro, opção também mais econômica para o consumidor.

 



Veículo: Site Jornal do Brasil

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

04/10/2019 12:06 - Ministério cria câmara setorial para a cadeia produtiva da cerveja
09/09/2019 11:35 - Marcas premium têm crescido no mercado
07/08/2019 12:27 - Dia Internacional da Cerveja no Super Nosso
10/07/2019 16:56 - Cerveja poderá ter leite e mel em sua composição
10/07/2019 16:47 - ICMS de alimentação e bebidas em bares será de 4% no Rio
08/07/2019 14:52 - Vinhos paulistas se destacam entre os melhores do Brasil
14/06/2019 11:19 - Como está o mercado cervejeiro no Brasil?
11/06/2019 12:16 - Garrafa de cerveja retornável volta a ganhar espaço no mercado Brasileiro
30/05/2019 11:58 - Ministério da Agricultura registra produtores de cachaça e aguardente
21/05/2019 11:30 - Clube de vinhos mira o varejo para crescer 15%

Veja mais >>>