Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Geral

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Geral

06/09/2017 11:36 - Comércio de BH apura terceira alta consecutiva

O segundo semestre começou com um indicador positivo para o comércio de Belo Horizonte. As vendas cresceram 0,17% em julho na relação com igual mês do ano passado. Apesar de tímida, essa é a terceira alta consecutiva na base comparativa interanual: na relação maio 2017/maio 2016 o crescimento foi de 0,68%, enquanto na comparação junho 2017/junho 2016 houve elevação de 0,11%. As informações constam do Indicador de Vendas divulgado ontem pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH). 

 

“O arrefecimento na queda nas vendas levou a esse crescimento. É um bom resultado”, avalia a economista da CDL-BH, Ana Paulo Bastos.  Segundo ela, esse desempenho é atribuído à queda da inflação, à redução dos juros e ao decréscimo do desemprego, cenário que incentiva o consumo.

 

No acumulado do ano – janeiro a julho –, as vendas recuaram 1,03% na comparação com o mesmo período do ano passado. Mas a economista informa que houve uma redução do ritmo da queda. No ano passado, nesse mesmo período, a queda foi de 1,67%. Em 2015, também no acumulado de janeiro a julho, a redução foi ainda mais acentuada e ficou em 3,13%.

 

Em relação aos últimos 12 meses, houve redução de 1,18% nas vendas. Nessa base comparativa, foi a queda menos acentuada do ano.

 

Na passagem de junho para julho, a retração nas vendas no comércio varejista de Belo Horizonte foi de 0,55%. De acordo com análise da CDL-BH, a redução ocorreu porque junho é uma base forte devido ao Dia dos Namorados.

 

A previsão da CDL-BH é que o setor chegue ao fim do ano com o crescimento de até 1,72% frente a 2016. A economista Ana Paula Bastos ressalta que esse resultado vai depender muito do comportamento da economia e da retomada definitiva dos índices de emprego. Um indício positivo foi o crescimento do PIB. Na semana passada, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que a economia avançou 0,2% no segundo trimestre deste ano. “Aguardamos também o aumento do investimento produtivo, que gera emprego e renda, aquecendo a economia e o consumo”, diz a economista.

 

Setores - De acordo com o levantamento da CDL-BH, na comparação anual (julho 2017/julho2016), os setores que tiveram crescimento foram: vestuário e calçados (4,63%); artigos diversos – incluem acessórios em couro; brinquedos; óticas; caça –  (4,34%); supermercados (4,07%); papelarias e livrarias (2,51%); drogarias e cosméticos (+2,4%). Em queda aparece o segmento de móveis e eletrodomésticos (-0,85%).

 

Ana Paula Bastos explica que esses últimos itens têm maior valor agregado, sendo que as famílias ainda estão adiando as compras de produtos com tíquete médio mais elevado.

No acumulado do ano, o único setor que apresentou crescimento de vendas foi drogarias e cosméticos, com elevação de 3,40%. Os demais segmentos tiveram as seguintes quedas: artigos diversos (-1,72%); móveis e eletrodomésticos (-1,66%); supermercados (-1,07%); vestuários e calçados (-0,55%); material elétrico e de construção (-0,49%); veículos e peças (-0,23%); papelarias e livrarias (-0,03%).

 

Já na passagem de junho para julho, dois segmentos apresentaram queda: móveis e eletrodomésticos (-0,98%); drogarias e cosméticos (-0,29%). Os que tiveram alta foram: supermercados (0,86); veículos e peças (0,75%); material elétrico e construção (0,72%); artigos diversos (0,57%); papelaria e livrarias (0,38%), vestuário e calçados (0,03%).

 

 

Fonte: Diário do Comércio de Minas

 

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

19/01/2018 12:20 - Citrus: Com demanda enfraquecida, cotações da laranja recuam
19/01/2018 12:17 - Produção em Minas deve crescer até 25,3%
19/01/2018 12:15 - Trevo conclui joint venture com Ehrmann
18/01/2018 11:53 - Conab estima safra recorde de café no Brasil em 2018, entre 54,4 mi e 58,5 mi sacas
18/01/2018 11:49 - Linha branca espera alta de 10% neste ano
17/01/2018 11:40 - Produção de ovos tende a recuar em Minas
16/01/2018 11:23 - Vendas fracas e queda no preço do suíno no atacado
16/01/2018 11:22 - Brasil não faz parte da lista de 83 países com problemas em leite, diz Lactalis
16/01/2018 11:17 - Setor de café do Brasil vê potencial para safra recorde; produtor mantém cautela
16/01/2018 11:11 - Legislação flexibilizará regras para pequenas agroindústrias paulistas

Veja mais >>>